quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

"A vida não precisa ser um jogo. Um vencedor. Regras imutáveis. Verdades absolutas. Acredito que possa haver uma mistura de vários jogos diferentes. Sem regras impostas. Cada jogador traz junto a si uma personalidade. Seus dissabores, traumas inconscientes, seus limites, seus amores. O peso de cada vida. Um jogador não precisa de trapaças. Não precisa enganar a si mesmo. Pra que nunca se perca a ternura. Pra que não se desgaste a inocência. Ouvi dizer que a inocência sempre acaba sendo perdida. Que é um fato inevitável. Como discordar? Mas talvez o verdadeiro xeque-mate seja a gentileza de se fazer concessões".


Eu tenho visto coisas feias ultimamente.E eu fico olhando,bem indiscretamente porque sou indiscreta, e fico de boca aberta com o que eu vejo...Cada um tem uma personalidade, um ideal.E ninguém porque tem mais amigos,ou teve mais namoradas(os) é mais querido,ou mais lindo por isso.Simplesmente quem tem poucos amigos e teve poucos amores, soube escolher, soube ver o lado certo,as pessoas maravilhosas,e a qualidade que elas tem,e pode ter vivido muito melhor, e ter sido muito mais amado,e feliz.E não só mais um número.Eu já liguei muito pra quantidade hoje não dou a mínima mesmo.Pois bem,acho que a falta de qualidade tem engolido as pessoas que estão "a minha volta" e elas não estão vendo o que mais importa.É isso. Sinceridade é o que há beijos.

(coisa com coisa o post O.o)

5 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Penso que o mais importante é...Todos diferentes todos iguais !
Beijo

Letícia Carvalho disse...

uaeiheiauhaeuia
mto coisa com coisa xD

dor disse...

acho que isso tem uma ligação importante com o titulo do seu blog...
reflita ok

Duane. disse...

Post tuudo a ver :)
éé, com o tempo vamos percebendo que quantidade não importa. E realmente, sinceridade é o que há!
adorei a foto. :*

Flah disse...

A falta de qualidade tá dominando o mundo.
Triste e injusto,mas isso ainda muda ;]
;*